domingo, 11 de outubro de 2015

Tóquio - Principais atrações turísticas (Parte 2)

Continuando a série de posts apresentando algumas das principais atrações turísticas de Tóquio, vou falar sobre mais 3, mostrando alguns detalhes e como chegar. Caso queira, veja a Parte 1

Tokyo Skytree

Tokyo Skytree (Fonte: Wikipedia)

A atração turística mais recente de Tóquio, a Tokyo Skytree, foi inaugurada em 2012 e é a torre de comunicação mais alta do mundo, com 634 metros. Além disso, a base da torre é na verdade um prédio comercial, com diversos restaurantes e lojas, Decks de observação a 350 e 450 metros permitem uma ampla visão 360° da cidade, mas chegue lá cedo: as filas costumam ser muito grandes!


Entrada do Tokyo Skytree
Uma das entradas da parte comercial aos pés da torre

Os decks estão tão altos que, em dias de alta visibilidade, é possível avistar o Monte Fuji! Como não é sempre que é possível, na fila para compra do ticket existe uma placa que mostra quais dos pontos turísticos estão visíveis no dia. Para os mais aventureiros, os decks possuem algumas partes em que o chão é de vidro, permitindo uma visão direta para o chão! 

Acabamos não subindo a torre, por motivos de força maior ($$), e andamos apenas pelas galerias da parte comercial. As lojas são bem interessantes, existem várias com doces e comidas típicas. Vale a pena gastar umas horinhas andando por lá, mas a dica é se planejar e guardar um dinheiro para não perder a experiência de subir a torre!

Tokyo Skytree vista de baixo
Para dar uma noção do quanto é alto!

Como chegar: Estação Oshiage (A20 ou Z14) na Asakusa Line (Toei Subway) ou Hanzomon Line (Tokyo Metro). 


Mercado de Peixes de Tsukiji

Placa na entrada do mercado de peixes de Tsiukiji
Uma das placas na entrada do mercado!

Esse é o maior mercado de peixes e frutos do mar do mundo! Ele se estende por uma enorme área no bairro de Tsukiji e é dividido em 2 partes: o mercado interno e o externo. O interno possui diversas barracas de venda, processamento dos pescados e também é onde ocorre o famoso leilão do atum nas primeiras horas da manhã. O mercado externo possui também barracas de vendas e vários restaurantes aonde é possível experimentar o sushi mais fresco possível! 

Praticamente tudo que se mexe e sai do mar é possível encontrar lá! Ele é tão interessante que as vezes dá pra se esquecer que lá é na verdade um grande comércio, com um movimento enorme de mercadorias todos os dias. É muito importante tomar cuidado com as empilhadeiras e carros que passam de um lado para o outro o tempo todo. 

Restaurante de sushi no mercado de peixes de Tsukiji
Vai um sushi fresco diretamente de Tsukiji?

Apesar de toda essa fama, o mercado como é hoje está com os dias contados: em preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, o mercado será realocado já em 2016 de Tsukiji para Toyosu, uma região mais afastada. O motivo é que a região atualmente ocupada é próxima do centro e possui um alto valor imobiliário. Portanto, caso queira vê-lo em seu formato original, resta pouco tempo!

Os restaurantes ficam lotados!

Como chegar: Estação Tsukiji (H10) na Hibiya Line (Tokyo Metro) ou estação Tsukijishijo (E18) na Oedo Line (Toei Subway). 

Parque Ueno (Ueno-koen)

Entrada do Ueno Park

O mais famoso e primeiro parque público de Tóquio abriga diversas atrações, como museus, templos, jardins e até um zoológico. Ele foi fundado em 1873, durante a era Meiji, e teve como inspiração parques de países ocidentais. Um dos objetivos do imperador Meiji era tornar o Japão mais internacional, e o país viveu um acelerado período de desenvolvimento nessa época. 

O parque possui diversos lagos, chamados de Shinobazu Pond, e algo bem diferente é que vários deles são cobertos com flores de Lótus. Quando fui, no mês de julho, as flores estavam começando a desabrochar, o que deixava o cenário mais bonito ainda. Imagino que, quando elas estão completamente abertas, deve ser algo incrível. 

Parque Ueno mostrando Shinobazu Pond coverto de flores de Lotus.
Lago coberto de flores de Lótus no parque Ueno

Mas o espetáculo mais famoso do parque com certeza é o desabrochar das flores de cerejeira! Nessa época do ano (entre março e abril), multidões vão para lá se encantar com as cores e flores desse evento. Se tiver flexibilidade, recomendo ajustar sua viagem pra poder estar lá durante essa época. 

Os templos presentes no parque são uma atração a parte. Um dos mais bonitos, o Kiyomizu Kannon-do, é inspirado no famoso templo Kiyomizu-dera, de Quioto. Inclusive possúi uma sacada com uma vista do parque, apesar de ser bem menor do que o templo original (falarei sobre ele no post sobre atrações de Quioto)!

Entra do templo Kiyomizu Kannon-do, no parque Ueno de Tóquio
Kiyomizu Kannon-do

Além dos templos, existem diversos museus na área do parque. O principal deles é o Tokyo National Museum, dedicado a história japonesa. Seu acervo contém diversas peças das diferentes eras que o Japão viveu, incluindo a era Imperial, Existe inclusive uma seção dedicada a armas e armaduras dos samurais! Outros museus são: National Science Museum, Tokyo Metropolitan Art Museum e o National Museum of Western Art. Pra quem gosta, também existe o Ueno Zoo, uma oportunidade pra quem quiser ver um panda de perto, 

Por último, uma dica para os casais: um dos lagos do Shinobazu Pond tem um pedalinho! Existem nos formatos de cisne, carro e a remo, e é uma atividade divertida e romântica. 

Uma volta no pedalinho pra fechar com chave de ouro o passeio no parque!

Como chegar: Estação Ueno (G16 ou H17) na Ginza Line (Tokyo Metro) ou Hibiya Line (Tokyo Metro). 


Ainda existem outras atrações, então aguardem mais posts!