domingo, 4 de outubro de 2015

Japão - Onde e como sacar dinheiro

O Japão é um país bastante moderno e, ao mesmo tempo, bastante apegado as tradições. Um dos reflexos disso é que, apesar dos cartões de crédito serem aceitos em vários lugares, o método mais comum de pagamento ainda é em dinheiro. Por esse motivo, é recomendado sempre se planejar pra ter uma quantia razoável durante a estadia por lá. 

Existem várias maneiras de se levar / retirar dinheiro no exterior. O que mais utilizo é realizar saques nos caixas automáticos (ATMs)* usando meu cartão de crédito. Esse foi o método que também utilizei no Japão. 

* No exterior, caixas automáticos são comumente chamados de Automatic Teller Machine, ou ATM.

ATM da JP Bank

Antes de mais nada, para conseguir realizar saques no exterior, existem 3 pré-requisitos obrigatórios:
  1. Possuir um cartão internacional. Esse ponto é o mais simples, atualmente a maior parte dos cartões já o são, mas vale a pena conferir antes. 
  2. O cartão deve estar habilitado para operações internacionais. Esse processo varia dependendo do seu banco. No caso do Banco do Brasil, por exemplo, é possível fazer uma habilitação para todos os cartões diretamente no site, indicando a data até quando o habilitação deve durar. 
  3. Possuir limite suficiente para suas operações. Caso seu limite esteja baixo, vale a pena conversar com o (a) gerente do seu banco e solicitar um aumento, nem que seja temporário, para a duração da sua viagem. 

Vale a pena ressaltar que em saques no exterior, seja na modalidade crédito ou débito, incidem atualmente 6,38% de IOF mais a taxa de saque (que pode variar entre 4 e 6 dólares). Como essa taxa é fixa, independente do valor sacado, a recomendação é evitar ao máximo realizar diversos saques. 



Além disso, não existe uma determinação fixa de qual o valor de dólar deve ser considerado na conversão para a fatura, variando de banco para banco. Em geral, é usado um valor acima do dólar comercial!


ATM da 7 Bank

Saques no exterior são processados pelas redes internacionais da bandeira do cartão. Para a Visa, a rede se chama Plus. No caso da Mastercard é o Cirrus. Uma dica geral, válida para todos os países, é checar se o ATM tem marcado o logo dessas 2 redes: se tiver, significa que aquele caixa está conectado à rede internacional. 

Logos das redes internacionais da Visa e Mastercard, respectivamente. 

Nos EUA e Europa, a maior parte dos ATMs está conectada, o que torna o saque super simples. Surpreendentement, no Japão não é assim! Pouquíssimos caixas estão conectados a rede internacional e, de acordo com o guia da Lonely Planet, existem apenas 3 possibilidades (que irei descrever abaixo). Além disso, mesmo para esses, não é garantido que seu cartão funcionará neles, e parece não haver outra maneira de descobrir que testando! 

As opções são:

1) JP Bank







Esse é o banco dos correios japonês (JP Post). Os caixas podem ser encontrados em qualquer agência dos correios, mas seu funcionamento acaba sendo sujeito ao horário de funcionamento delas. Em alguns lugares especiais, como aeroportos, é possível também encontrá-los. 

Essa foi a opção que utilizei e que funcionou pra mim. Testei no aeroporto de Narita e, vendo que funcionava, passei a sempre prestar atenção para encontrar as agências da JP Post. 

O processo de saque é um pouco diferente do que estamos acostumados (muda um pouco a ordem), portanto quis descrever aqui:
  1. Selecione o idioma inglês apertando o botão "English Guide".
  2. Escolha "Withdrawl".
  3. Vai ser solicitado seu cartão. Insira na abertura acima ("Card").
  4. Selecione "Card Issued Overseas", que é a única opção que aparece para cartões internacionais. 
  5. Um aviso de que uma tarifa será cobrada vai aparecer. Aperte "Enter".
  6. Digite sua senha ("Pin Number") e aperte "Confirm".
  7. Digite o valor desejado e aperte "Enter".
  8. Pronto, O valor sacado, junto com o cartão e o recibo, vão ser liberados pela máquina.

2) 7-Bank














Esse banco é operado pela 7-Eleven, uma rede de lojas de conveniência extremamente popular no Japão e que pode ser encontrada em praticamente qualquer esquina. Isso faz com que essa opção seja super prática, já que é muito fácil encontrar uma 7-Eleven e, por consequência, um caixa da 7-Bank. Para mim, porém, essa opção não funcionou! Por algum motivo minhas tentativas de saque sempre davam erro. Um ponto positivo é que muitas das 7-Eleven são 24 horas, o que aumenta a disponibilidade dos caixas. 

O processo de saque é mais parecido com o nosso e com saques internacionais nos EUA, e uma vantagem é que os caixas podem ser colocados até em português! A opção aparece logo depois da inserção do cartão. Uma clarificação que acaba sendo necessária é, na tela que seleciona de onde vai sacar:
  • Credit - Cartão de crédito
  • Checking - Conta Corrente
  • Saving - Poupança

3) Citibank














Os caixas do banco Citibank também são listados como conectados a rede internacional, apesar de eu não ter nem testado. Fica a dica caso nenhuma das 2 opções acima funcione. 

Conclusão


Depois de descobrir quais caixas aceitam o seu cartão, não é difícil encontrar um lugar para sacar dinheiro no Japão. Porém, devido a essa questão de não ter a segurança de qual das 3 opções acima vai efetivamente funcionar para você, minha recomendação é ter algum meio alternativo para pelo menos garantir a chegada e os primeiros dias (por exemplo, casas de câmbio ou traveller check).