terça-feira, 20 de outubro de 2015

Canadá - Como tirar visto de turismo e o futuro Electronic Travel Authorization (eTA)

Sem dúvidas o Canadá está na lista de países a serem visitados de quase todo mundo! A combinação de desenvolvimento, qualidade de vida, cenários naturais incríveis e povo receptivo e gentil faz com que, cedo ou tarde, a idéia de conhecer esse país surja. Até março/2016, o visto de turismo continuará sendo exigido para qualquer viajante brasileiro que queira entrar no país. A partir dessa data, pessoas que já tenham viajado para o Canadá nos últimos 10 anos ou possuam um visto americano poderão simplesmente fazer um Electronic Travel Authorization (eTA). Vou falar aqui sobre o processo do visto e depois comentar também sobre essa nova modalidade. 

Minha noiva em frente ao prédio da prefeitura de Toronto, Canadá.
Minha noiva curtindo o Canadá enquanto eu ainda estava tirando o visto!

Só pra clarificar, no post eu vou apresentar o processo de visto utilizando a plataforma do Citizenship and Immigration Canada (CIC). Por ser totalmente online, não tem necessidade de nenhuma atividade presencial, podendo ser feito diretamente da sua casa, e só exigindo que envie o passaporte pelo Correio, quando solicitado.  

Importante: O site do CIC e os procedimentos descritos podem ser feitos em inglês ou francês. Infelizmente esse site não tem uma versão em português. O lado bom é que o site do Centro de Solicitação de Vistos para o Canadá (CVAC), que é operado pela empresa VSF, tem uma versão em português e isso pode ajudar com eventuais dúvidas durante o processo.


Para solicitar o visto canadense não é necessário ter viagem planejada para o país. Na verdade, em momento algum isso é solicitado. Já vi algumas pessoas recomendando inclusive tirar o visto antes de comprar a passagem, pra não correr o risco de ter o visto negado com uma viagem planejada. Devido a baixa taxa de visto negados, não acredito que isso seja necessário, mas recomendo iniciar o procedimento no mínimo 1 mês e meio antes da data de embarque para não correr riscos.  

1º Passo - Preencher formulário de elegibilidade para visto


A primeira etapa consiste em preencher um questionário que irá determinar qual tipo de visto é o mais adequado para seus objetivos, se você é elegível para ele e o tipo de documentação necessária. As perguntas são bem simples, basicamente solicitando os objetivos da viagem e algumas informações pessoais, 


Click em "Check your eligibility" pra começar o questionário

Um ponto interessante é que uma das perguntas solicita se você tem visto americano ou se visitou os EUA nos últimos 10 anos. Em caso positivo, não será solicitado nos próximos passos nenhum tipo de comprovação financeira!

Se tudo der certo, será mostrado o tipo de visto que você pode solicitar e uma lista dos documentos que deverá prover vai ser gerado. Ao final do processo você receberá um código referente ao seu questionário. Anote esse código para usar na etapa seguinte. 

2º Passo - Cadastrar no CIC


O processo é todo feito pela plataforma do CIC, portanto é necessário criar um cadastro no site. Para isso, você tem de criar uma GC Key (Government of Canada Key), que será usada para acessar o site sempre que necessário. Pontos importantes do cadastro:
  • O User ID deve ter entre 8 e 16 caracteres, não conter caracteres especiais e ter até no máximo 7 dígitos;
  • A senha deve possuir entre 8 e 16 caracteres, incluindo letras maíusculas e minísculas e também números; 
  • As 4 respostas de segurança devem ser anotadas caso precise recuperar acesso ao seu login no futuro;
  • IMPORTANTE: As 4 perguntas e respostas secretas que pedem pra criar devem ser anotadas porque sempre uma delas será pedida para poder acessar seu perfil.
Após terminar o processo, use seu login recém-criado para acessar o portal do CIC.

3º Passo - Criar uma aplicação de visto


Para criar uma aplicação de visto usando o resultado do questionário de elegibilidade já respondido no 1º Passo, utilize a parte de 'Link application to this account', usando como referência o código que foi gerado no final do questionário. 

Botão para linkar o resultado do questionário e gerar uma aplicação de visto

Esse processo vai gerar um Application number, que será a referência para o pedido de visto. Nele será possível visualizar a lista de documentos necessários para realizar o pedido, que foi determinada de acordo com as respostas das perguntas do questinário. 

4º Passo - Prover documentos necessários


Ao acessar a aplicação gerada, é possível ver os documentos que deverão ser fornecidos. Esse fornecimento é feito diretamente no portal, fazendo o upload dos arquivos no formato adequado (PDF, DOC, DOCX, JPEG, TIFF ou PNG). Importante lembrar é que só pode ser fornecido 1 arquivo por documento, portanto, caso você precise de mais de 1 (páginas do passaporte, por exemplo), a recomendação é colocar tudo em 1 arquivo DOC ou PDF apenas. 


Documentos solicitados durante minha aplicação

Falando um pouco sobre cada um dos principais documentos (os documentos podem dar erro quando clicar, mas se salvar o arquivo e abrir fora do navegador eles funcionam corretamente):

  • IMM 5257: Documento de referência da aplicação para visto. 
    • Não possui nenhuma pergunta muito complicada, mas leva-se um tempo para concluir;
    • Caso não tenha ninguém específico na parte que pergunta quem vai visitar no Canadá, bastar marcar como N/A; 
    • Assim que terminar, revise todo o conteúdo para garantir que está correto e clique no botão 'Validate'. Isso vai gerar alguns códigos de barra para identificação no final do arquivo e assinalar como Yes no campo Validated; 
    • Após validação, não deve mais ser alterado. Caso faça, deve validar novamente; 
    • O arquivo que será carregado no portal do CIC deve estar validado;
    • Não precisa assinar o documento, a assinatura eletrônica que é feita no final do processo é suficiente. 
  • IMM 5707: Documento para identificar cônjuge, pai, mãe e filhos.
    • Deve ser indicado, para cada um deles, nome, data de nascimento, endereço e ocupação e se irão acompanhar para o Canadá;
    • Apenas marcar Yes para os que efetivamente estarão na mesma viagem que você;
    • Caso não tenha filhos ou cônjuge, marcar N/A na questão; 
    • Igual o anterior, não precisa assinar a versão digital do documento, apenas datas antes de enviar.
  • Foto: Pode ser tirada usando câmeras digitais ou celulares, mas devem estar dentro das especificações para não ter problemas, especialmente com relação ao tamanho da foto (35 mm x 45 mm), tamanho da cabeça (31 mm x 36 mm) e resolução (600 pixels per inch).
  • Passaporte / Visto Americano / Travel History: para esse documentos, basta scanear as páginas solicitadas e colocar todas juntas em um arquivo DOC ou PDF. Só atentar para o tamanho máximo do arquivo (4 MB). 

Assim que todos os documentos estiverem devidamente carregados no portal, é liberada a opção de realizar a assinatura eletrônica dos documentos e pagar a taxa do visto para poder enviar a solicitação. Como dito acima, nenhum documento precisa ser fisicamente assinado.  

5º Passo - Pagar a taxa do visto


No meu caso a taxa foi de 100 dólares canadenses, que deve ser paga diretamente no site usando cartão de crédito. Essa parte costuma ser meio complicada por um motivo: a ferramenta que faz a cobrança pede o endereço do portador do cartão. Caso o endereço provido não bata exatamente com o que está registrado no cadastro, o processo dá erro e o pagamento é recusado. Tive diversas tentativas frustadas antes de, milagrosamente, uma delas funcionar. O que posso dizer da que funcionou é:

  • Nome usado foi igual o que está escrito no cartão;
  • Olhei no site do banco para ver como estava escrito minha rua, porque o nome é grande e usa abreviações;
  • CEP (Zip Code) eu coloquei usando o hífen entre os números.

Após o pagamento e a confirmação da assinatura eletrônica, o processo é oficialmente enviado ao consulado e iniciado. 

Taxa cobrada para visto de turismo


6º Passo - Pagar taxas de envio


Toda comunicação a partir daí é feita através do sistema de mensagens do CIC. O processamento do pedido leva em média 7 dias e, assim que o resultado é definido, uma mensagem é enviado no portal indicando se ele foi aprovado ou não. Caso não seja, uma explicação dos motivos também é incluída. Se for aprovado, é recebida uma solicitação de envio do passaporte para a emissão do visto. A mensagem vem com uma carta que deve ser impressa para ser colocada no envelope junto com o passaporte.

Antes de efetivamente fazer o envio, é necessário pagar as últimas taxas, referentes a essa etapa de envio de passaporte. As taxas aplicáveis nesse caso são:

ATENÇÃO: As taxas haviam sido atualizadas em 8 de setembro de 2015 e foram novamente atualizadas em 1 de outubro de 2015. Isso causou alguns problemas durante minha solicitação de visto, foi necessário fazer mais de um pagamento para cobrir o valor correto. A recomendação é sempre conferir os valores mais atuais diretamente no site do Canada Visa Information.

Taxa de tranmissão segura de passaporte (01/Oct/2015)

  • Secure transmission of passport to the Consulate of Canada upon request by visa office (for e-application)
    • Em português: Serviço de transmissão segura de passaporte para o Consulado Canadense a pedido do CIC (para e-application) 
    • Essa taxa é referente ao manejo do passaporte entre a VSF e o consulado do Canadá
    • Valor (a partir de 1 de outubro de 2015): R$ 76,98

Taxa de envio por encomenda normal

  •  Courier Delivery of Applications
    • Taxa de envio do passaporte até sua residência
    • Na revisão de outubro foi dividido em 2 possibilidades de envio, normal ou expressa
    • O cálculo da taxa é feito determinando:
      • VAC de origem do envio (São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília)
      • Em qual zona sua cidade se encontra com relação ao VAC escolhido
      • Se você deseja envio normal ou expresso

O pagamento só pode ser feito em dinheiro, em caixas do banco Santander, e deve ser feito para a agência identificada na cidade do VAC para onde será enviado o passaporte. Não são aceitos depósitos em caixas eletrônicos ou pagamentos pela internet. As 2 taxas podem ser pagas em um depósito apenas. Sempre peça uma cópia do comprovante de desósito, por segurança. 

Agências para depósito das taxas


7º Passo - Enviar passaporte e comprovante pelo correio


A última etapa consiste em colocar num envelope:

  • Passaporte original com pelo menos 1 página em branco
  • Carta de aceitação impressa (recebida no portal do CIC)
  • Comprovante de pagamento das taxas no banco Santander
  • Folha com seu nome, endereço e forma de contato (para indicar para qual endereço eles devem enviar o passaporte já com o visto)

e enviar para o endereço correspondente a cidade que fará a aplicação (São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília). Os endereços podem ser encontrados na aba CONTACT US do site da VSF Global. 


Endereço da VSF Global de São Paulo

Após isso, basta aguardar entre 7 e 14 dias (normalmente) para receber seu passaporte já com o visto na sua residência!

Visto canadense já em mãos!

Observação 1: Solicitando e retirando o visto pessoalmente


Todas essas etapas podem ser feitas pessoalmente, em uma das agências da VSF Global. Para isso, tenha os formulários impressos e preenchidos em mãos, junto com a foto e os comprovantes de pagamento das taxas, e vá até a agência mais próxima. Atenção: algumas taxas além das descritas acima poderão ser aplicadas. Em caso de dúvidas, consulte o passo a passo de como fazer a solicitação pessoalmente no viste da VSF Global. 

Observação 2: Electronic Travel Authorization (eTA)


Uma ótima notícia é que, a partir de março/2016, viajantes brasileiros que já foram para o Canadá nos últimos 10 anos ou possuam visto americano não precisão mais solicitar um visto canadense de turismo! Esse processo será substituído pelo eTA, que é bem mais simples e barato. 

Como esse processo é novo para nós, ainda não sabemos exatamente como funciona. Futuramente vou montar um post mais completo, mas pelo que pesquisei até o momento o processo também é feito no portal CIC, mas em uma parte específica para o eTA. A aplicação é toda feita online, assim como o pagamento da taxa, e a autorização é válida por 5 anos (ou até o passaporte vencer).