domingo, 30 de julho de 2017

Tipos de hospedagem: Airbnb

Um planejamento de viagem pra mim sempre começa pela passagem. Seja uma promoção inesperada ou uma vigilância diária até encontrar o preço desejado, eu começo a viver a viagem apenas quando estou com a passagem "em mãos"! E é nesse ponto que entra a segunda parte do planejamento: a hospedagem. 

Muitas pessoas procuram apenas hotéis quando vão viajar, talvez por acreditarem que esse é o único tipo que existe, ou talvez por medo de arriscarem fugir do tradicional. Porém, ao longo das várias viagens que já fiz, aprendi que existem inúmeras alternativas e que vale a pena sim explorar essas modalidades e descobrir qual se adapta mais a você e seu estilo de viagem. 

A série de posts que inicio nesse irá então falar um pouco sobre os tipos de hospedagem que conheço e já utilizei, pra auxiliar um pouco quem está em dúvida sobre algum deles ou mesmo buscando algo um pouco diferente para a próxima viagem. 

Pra começar, irei falar sobre um dos meus preferidos, o Airbnb

Gostaria de saber o que é e como funciona o modelo de hospedagem chamado Airbnb?
O "bnb" significa "bed and breakfast" ("cama e café da manhã")

O Airbnb é uma empresa relativamente nova, surgiu em 2008, mas com um conceito diferente sobre o mercado de hospedagem. No ano do seu surgimento, o mercado imobiliário americano estava sofrendo uma crise profunda, o que levou ao desocupamento de diversos imóveis em todo o país. Os fundadores da empresa enxergaram nisso um grande potencial, já que essa quantidade de imóveis vazios poderiam ser convertidos em hospedagem para os milhares de turistas que visitam as cidades americanas todos os dias. Eles então criaram uma ferramenta que permite a conexão entre os donos desses imóveis vazios com os viajantes em busca de acomodação. Esse é o Airbnb!

Ao longo dos anos, a plataforma foi se adaptando e hoje é possível encontrar desde imóveis inteiros até vagas em quartos ou até mesmo improvisadas na sala das casas dos anfitriões. Mas o fato é que o modelo espalhou rapidamente e, atualmente, o Airbnb está presente em praticamente todos os países do mundo!

Gostaria de saber o que é e como funciona o modelo de hospedagem chamado Airbnb?
Testando o ar condicionado no confortável apartamento que fiquei em Curaçao!

Mas como funciona então? A idéia é bem simples, na verdade. Na página inicial, você indica cidade, datas da viagem e quantidade de hóspedes. A ferramenta então te apresenta as diversas opções da região, com preços e fotos. É possível também checar a localização no mapa interativo que acompanha a pesquisa. Caso algum dos lugares te interesse, você pode clicar nele para ter informações mais detalhadas sobre o local .

Aí que começa a parte importante. Por ser uma plataforma de interação entre usuários (hóspedes e anfitriões), é muito importante que você tenha confiança no anfitrião do local escolhido para evitar surpresas no meio da sua viagem. Por isso, é extremamente importante que você leia todas as informações disponibilizadas sobre o local, para saber exatamente o que é oferecido, e leia os comentários mais recentes de outros hóspedes que ficaram no local!

Gostaria de saber o que é e como funciona o modelo de hospedagem chamado Airbnb?
Para entrar no clima do Japão, o Airbnb de Tóquio tinha um tatame no lugar de colchão!

Caso se decida por algum dos locais, você faz então a solicitação de reserva, aceitando o valor indicado (incluindo eventuais taxas). Nesse momento, sua hospedagem ainda não está garantida, pois o anfitrião irá confirmar a reserva! Aguarde até receber uma resposta do mesmo, que em geral são bem rápidas. Em caso positivo, você poderá conversar com o anfitrião no chat para combinar o horário de chegada e como fazer para entrar no local. 

Com relação ao pagamento, ele não é feito diretamente ao anfitrião! Como na maior parte das plataformas de compartilhamento (como o Uber, por exemplo) o pagamento é feito ao Airbnb, utilizando cartão de crédito ou boleto bancário, e depois liberado ao anfitrião. Essa liberação, entretanto, só ocorre depois de sua chegada no local, para permitir que o dinheiro fique retido em caso de problemas. Por esse motivo, não se deve nunca combinar pagamentos por fora do Airbnb, para não arriscar ser enganado e não ter a quem recorrer! 

Gostaria de saber o que é e como funciona o modelo de hospedagem chamado Airbnb?
A entrada no Aquário de Monterrey foi um brinde da anfitriã do Airbnb!

Além das acomodações geralmente bem localizadas e confortáveis, essa modalidade de hospedagem conta também com todas a simpatia dos anfitriões, que em geral ajudam muito os viajantes com dicas, conselhos e, muitas vezes, até mesmo caronas! Já tive experiências incríveis com anfitriões que me deram entradas pra atrações locais na cidade (veja foto acima) ou até mesmo ficaram tomando uma cerveja e conversando a noite inteira! Com certeza um grande diferencial dos hotéis tradicionais. 

Já utilizei o Airbnb em diversos países, como Curaçao, EUA, Tailândia e Japão, e posso dizer que fiquei satisfeito com o serviço em todos eles. Mesmo quando as acomodações não eram das melhores, os anfitriões se esforçavam muito para deixar a estadia mais agradável! Não deixe de experimentar em uma próxima viagem, seguindo as recomendações que coloquei aqui!